Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Polícia Federal encontra indícios de ligações de Adelio com o PCC

A Polícia Federal encontrou indicios de participação da facção criminosa PCC no atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o site O Tempo, há indícios “fortíssimos” de que a organização criminosa tem dado auxílio Adélio Bispo de Oliveira, que é acusado de esfaquear o capitão da reserva.

Ainda de acordo com a publicação, Klayton Ramos de Souza, que é membro do PCC, é amigo de Adélio. Os dois se conheceram em Montes Claros, onde ambos nasceram e cresceram. Até este ano, ainda mantinham contato por meio de redes sociais.

A atuação dos quatro defensores de Adélio também intriga, já que os advogados cobram caro aos clientes.