Presidente do Parlamento Europeu diz que "ninguém reconhecerá a Catalunha"

O presidente do Parlamento Europeu, o italiano Antonio Tajani, afirmou neste sábado (28) que “ninguém reconhece, nem reconhecerá, a Catalunha como um estado independente” e que, para a União Europeia (UE), “não existe, nem existirá, outro interlocutor (relativo à região da Catalunha) que não seja o Reino da Espanha”.

“O referendo de 1º de outubro era ilegal, como o era a decisão do parlamento regional. O Estado de Direito deve ser restaurado”, declarou Tajani à imprensa durante um evento realizado no Vaticano sobre o futuro da Europa.

BRASIL NÃO RECONHECE

O Ministério das Relações Exteriores anunciou neste sábado (28) que rejeita a declaração de independência da Catalunha. Em nota, o Itamaraty pede respeito à Constituição da Espanha e informa que o governo brasileiro acompanha com atenção os desdobramentos relativos à região.

No comunicado, o governo brasileiro “reitera seu chamado ao diálogo com base no pleno respeito à legalidade constitucional e na preservação da unidade do Reino da Espanha”.

Leave a Reply