Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Processo contra Cunha no Conselho de Ética terá que ser votado de novo

Decisão assinada pelo vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), determina que o Conselho de Ética da Câmara refaça a votação que garantiu a continuidade do processo, por quebra de decoro parlamentar, contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Em decisão assinada em dezembro, mas só formalizada agora, Maranhão, que é aliado de Cunha, afirma que o presidente do conselho, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), errou a não dar vista do processo depois da apresentação do relatório pelo deputado Marcos Rogério (PDT-RO). De acordo com a Secretaria Geral da Mesa, o conselho terá que retroagir, refazendo inclusive as discussões. Isso atrasará ainda mais o processo no órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.