Procurador da República diz que Constituição não admite golpe militar

Procurador da República diz que Constituição não admite golpe militar

O procurador-geral da República, Augusto Aras diz, em nota, que a Constituição não admite intervenção militar. Declaração dele no programa “Conversa com Bial” causou polêmica ao ser interpretada como uma defesa da possibilidade de intervenção.