Procurador deixou o PGR para trabalhar no acordo de delação de Joesley

O ex-braço direito de Janot na PGR e ex-procurador da República, Marcelo Paranhos de Oliveira Miller, braço direito de Janot, é suspeito de   ter recebido alguns milhões para ajudar a JBS a amarrar o acordo celebrado entre Janot e os irmãos Batista.

O Ministério Público Federal e a OAB, abriram  procedimento para avaliar uma investigação sobre a atuação do , na defesa do Grupo J&F do empresário Joesley Batista.

 Marcelom deixou a Procuradoria em março, sem cumprir quarentena obrigatória de TRÊS ANOS.(e não três meses como disse Temer, em pronunciamento feito hoje.

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.