Procuradores da Lava Jato recebiam pagamentos ilimitados de diárias e passagens

O TCU manda procuradores da Lava-Jato em Curitiba devolver dinheiro recebido durante a operação. MP de Contas aponta que procuradores “escolhidos a dedo” receberam pagamento ilimitado de diárias e passagens. Um dos integrantes chegou a receber R$ 700 mil.

Entre os citados está o ex-procurador Deltan Dallagnol. Ele também é responsabilizado na decisão do ministro Bruno Dantas e se condenado no colegiado, pode ficar inelegível. Ele deixou o cargo para concorrer nas eleições de 2022 .

A informação é do jornalista Renato Souza, via Twitter

 

Optimized with PageSpeed Ninja