Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Protestos contra Bolsonaro em todo país

Manifestantes saíram às ruas neste sábado em várias cidades do país para protestarem contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e sua atuação na pandemia da covid-19. Os atos pedem mais vacinas, a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600, mudanças na política ambiental e o impeachment do presidente.

Manifestações em Brasília e mais 24 capitais pedem impeachment do presidente da República e criticam gestão da pandemia

De acordo com apuração do G1, até as 13h, os protestos ocorriam em Brasília e mais 14 capitais: Aracaju, Belém, Boa Vista, Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Palmas, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, São Luís e Teresina. Houve atos também em outras cidades do interior de 19 estados.

Manifestações foram registradas até 18h30 em Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Boa Vista, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo, Teresina e Vitória. Em Florianópolis, manifestantes cancelaram devido à chuva, e em Rio Branco, está previsto para acontecer mais tarde.

Também houve atos fora das capitais, em cidades como Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Campina Grande (PB), Anápolis (GO), Caxias (MA), Lavras (MG) e Santa Maria (RS). Segundo levantamento do G1, os atos ocorreram em ao menos 81 cidades além das capitais. No exterior, manifestantes também se mobilizaram em dezenas de países, entre eles Estados Unidos, Alemanha, Portugal e Áustria.

Em São Paulo, os manifestantes se reuniram na Avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). Eles carregaram faixas e cartazes com dizeres como “Fora Bolsonaro”, “Bolsonaro genocida” e “Vacina Para Todos”. Alí, a maior parte usava máscara — a recomendação é de que o modelo seja PFF2 ou N95, consideradas mais seguras. No entanto, o distanciamento social não foi respeitado no ponto mais concentrado do protesto. Na grande São Paulo, pelo menos 10 cidades registraram atos neste sábado.

Também há registros de protestos contra Bolsonaro fora do país. Brasileiros que vivem na França, Portugal e Japão também foram às ruas com cartazes.

Enquanto estudantes, professores e funcionários tomam as ruas de todo o Brasil, Jair Bolsonaro minimizou as manifestações. Ele chamou os manifestantes de “idiotas úteis” e disse que a maioria deles são ativistas.

Apesar de muita gente não ter ido com medo de se contaminar com a Covid- 19, , os protestos contra Bolsonaro foram grandes em todo país. NINGUÉM COM JUÍZO PERFEITO PODE APOIAR O ASSASSINO.. ELE É CULPADO POR MILHARES DE MORTES DE BRASILEIROS