Provas incontestáveis - Lula será réu na Lava Jato

Fonte: O ANTAGONISTA

Título original:  “HÁ PROVAS CONTRA LULA, “O GENERAL DA CORRUPÇÃO”

Para quem ainda não se convenceu de que Lula acabou, O Antagonista clareia a contundente denúncia do MPF, feita com base em um minucioso trabalho de obtenção de provas materiais, circunstanciais e testemunhais, sustentadas por documentos, cruzamentos de informações financeiras, delações.

Lula era o “general da corrupção”, “o vértice comum”, “o elo entre os esquemas criminosos”. O processo e o que está por vir, sabemos, superam e muito os dois pontos ontem destacados pela força tarefa da Lava Jato. A saber:

1. O triplex do Guarujá é de Lula e trata-se de uma “propina dissimulada” paga pela OAS, embora o ex-presidente tenha feito de tudo para esconder a propriedade, claro.

  • O apartamento 174 (número confirmado após tanta rasura) foi reservado para a família do ex-presidente — inclusive bloqueado para comercialização, como revelado ontem, após o prédio passar da Bancoop para a OAS
  • A reforma e a decoração do imóvel foram diretamente orientadas por Marisa Letícia.

  • A família de Lula não pagou pelo imóvel nem pela reforma depois que a Bancoop repassou o prédio para a OAS.

2. A OAS armazenou bens pessoais de Lula no sítio de Atibaia e em um armazém da Granero.

  • Contratos e demais documentos comprovam o armazenamento dos bens.

  • As informações foram também confirmadas pelas empresas que realizaram o transporte dos bens.

  • Lula não desembolsou um real dos 61 pagamentos mensais de R$ 21,5 mil, totalizando R$ 1,3 milhão. Tudo foi pago pela empreiteira.