PT concedeu R$ 50 bi para “companheiros” e cortou R$ 20 bi em Educação e Saúde