Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

PT entra no TSE com pedido de inelegibilidade de Bolsonaro

O Partido dos Trabalhadores (PT) entrou hoje (18) com uma ação de investigação judicial no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) por abuso de poder econômico e uso indevido de meios de comunicação digital. O partido pede que o tribunal declare a inelegibilidade de Bolsonaro por oito anos.

Na manhã de hoje, a Folha de S.Paulo revelou que empresas pagam para impulsionar conteúdo contra o PT no WhatsApp. Se comprovada, a prática configura crime eleitoral, pois caracteriza doação de campanha por empresas, proibida pela legislação eleitoral. Ainda segundo a Folha, cada contrato chega a R$ 12 milhões e entre as empresas que contratam o serviço está a Havan, cujo dono, Luciano Hang, declara apoio à Bolsonaro. Hang nega que tenha feito esse tipo de contratação.

No documento entregue ao TSE, o partido afirma que a prática revela três tipos de crime eleitoral – doação de pessoa jurídica, utilização de perfis falsos para propaganda eleitoral e compra irregular de cadastro de usuários – e demonstra nítida prática de abuso de poder econômico para causar desequilíbrio nas eleições. ( Congresso em Foco)