Relatório da Polícia Federal condenando Temer- A verdade dos fatos

Por Jorge Roriz – 

 

Os que tramam contra o país e o presidente Temer podem enganar  muita gente, mas não conseguem enganar os que possuem inteligência.

Vocês podem odiar o presidente Temer, mas se ler este artigo e usar a lógica, vai no mínimo considerar os argumentos aqui expostos como razoáveis.

Usando argumentos simples, compreensíveis, posso explicar e desmantelar a farsa.

Antes de iniciar o assunto, fico à meditar, se um presidente  da República é caluniado, perseguido, EXECRADO PUBLICAMENTE POR UMA ACUSAÇÃO SEM CONDENAÇÃO, CUJO INQUÉRITO ESTÁ PARALISADO, INCLUSIVE SEM A DEVIDA INTERFERÊNCIA DA DEFESA.

SE  FAZEM ISSO COM O PRESIDENTE, IMAGINE O QUE FAZEM COM UMA PESSOA COMUM.

Estamos no Brasil em uma situação perigosa de pré- inicio de uma ditadura do judiciário

Vou recapitular o que todos já sabem.

O Congresso  Nacional ( Câmara e Senado)  obedecendo critérios legais e constitucionais votou contra o prosseguimento de duas denúncias contra o presidente Temer   e de acordo com a decisão, o processo do presidente fica paralisado até o final do seu mandato.

O processo contra o presidente  ficou parado e a investigação LEGALMENTE não pode prosseguir mas a  a PF divulgou : “ foram verificados indícios suficientes de materialidade e autoria atribuível a Michel Miguel Elias Temer Lulia, Presidente da República, no delito previsto no Artigo 2.º, inciso 1, da 12.850/13, por embaraçar investigação de infração penal praticada por organização criminosa”

Ainda segundo a PF, o presidente Temer “ incentivou a manutenção de pagamentos ilegítimos a Eduardo Cunha, pelo empresário Joesley Batista”

Esta conclusão foi baseada em que? Em um inquérito que foi paralisado por ordem do Congresso cuja condenação não ocorreu?

A conclusão foi feita através de  uma frase pronunciada pelo presidente Temer na gravação manipulada e previamente preparada por Joesley e pasmem, por um procurador  que trabalhava na JBS e na MP.

Qual a prova da PF para chegar a conclusão (antes de o inquérito prosseguir, ser usado o direito legal de defesa, até a condenação?).

Eis a frase: “tem que manter isso”.  (a nota do presidente explica o contexto da frase)

Esta frase divulgada fora do contexto em uma gravação não periciada, manipulada ILEGAL e imprestável  como prova. É A ÚNICA PROVA QUE A PF TEM PARA CHEGAR A CONCLUSÃO DA  OBSTRUÇÃO DE JUSTIÇA FEITA PELO  PRESIDENTE TEMER POR ELE TER SUPOSTAMENTE CONCORDADO COM O SUPOSTO PAGAMENTO DA MESADA NEGADA POR CUNHA QUE ESTAVA NA CADEIA.

O DINHEIRO ERA ENTREGUE A QUEM? DEPOSITADO EM QUAL CONTA? CUNHA RECEBIA E GUARDAVA A MESADA DENTRO DA CADEIA? SE O PAGAMENTO ERA FEITO FORA DA CADEIA, SE A TAL MESADA ERA PAGA EM DINHEIRO VIVO, QUEM RECEBIA A MESADA PARA MANTER CUNHA NA CADEIA E EM SILÊNCIO?  ISSO A PF NÃO RESPONDE.

Lembrando que a conversa da  gravação foi previamente estudada e orientada (por membros do MP)  para prejudicar o presidente e feita de forma ilegal, clandestina e sem a devida autorização do STF.

A  outra acusação é interessante.

O presidente é acusado de ter sido omisso por ter tido conhecimento de  crimes , citado por Joesley  na conversa gravada e posteriormente negado  pelo próprio Joesley.

 

“Eu disse pro presidente Michel que eu tinha comprado um procurador por R$ 50 mil, que eu tinha acertado o juiz e que eu estava vendo uma forma de substituir o Anselmo [Lopes, procurador responsável pela força-tarefa da Greenfield]. Isso jamais aconteceu, substituir o Anselmo.”, afirmou Joesley.

Fonte:  https://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/05/1885756-joesley-diz-que-blefe-sobre-juizes-foi-bravata-que-se-tornou-real.shtml

 

Como  a PF acusa Temer de omissão por não tomar providências de um crime narrado   e depois negado pelo próprio narrador ? ( Joesley)

De acordo com o relatório da Polícia Federal, Temer,

“deixou de comunicar autoridades competentes de suposta corrupção de membros da Magistratura Federal e do Ministério Público Federal que lhe fora narrada pelo mesmo empresário.”

Joesley ao relatar o suposto envolvimento de membros da magistratura federal  e MP  não deu provas, ou fontes.

Se o presidente nada faz para apurar a conversa de bêbado (negada depois pelo próprio Joesley) ele foi omisso.

E se o presidente  apurasse  os fatos( sem provas e sem fontes)  e JOESLEY NEGASSE QUE FALOU COM TEMER  SOBRE O ASSUNTO , COMO TEMER PODERIA PROVAR  O QUE JOESLEY DISSE? TEMER NÃO ESTAVA GRAVANDO A CONVERSA.

QUAIS OS NOMES DOS MEMBROS DA MAGISTRATURA FEDERAL E DO MP QUE COMETERAM A CORRUPÇÃO? ELES FORAM PUNIDOS?

Temer foi omisso ao não comunicar o suposto crime feito por membros da magistratura.

E a justiça PUNIU OS CRIMINOSOS E MEMBROS  DA MAGISTRATURA QUE COMETERAM A CORRUPÇÃO NÃO COMUNICADA POR TEMER?

Até o momento nada foi publicado a respeito. Se Temer foi omisso por  não tomar providências contra um crime não existente e batizado pelo próprio narrador ( Joesley) como uma bravata, a acusação de omissão do presidente perde o sentido.