Remédio amargo da PEC 241: todos pagarão pela irresponsabilidade

PEC 241, É CONSEQUÊNCIA DA IRRESPONSABILIDADE COMETIDA POR LULA E DILMA

Uma das críticas contra a PEC 241 é que o salário mínimo será reajustado apenas segundo a inflação. Não haverá um ganho real.
Em compensação isso facilita  a manutenção dos empregos e ajuda  a reduzir o rombo da previdência que ameaça o não pagamento da aposentadoria para quem ainda vai se aposentar.

O que serviria reajustar o salário mínimo acima da inflação se agindo dessa forma estaríamos estimulando uma inflação maior que será sempre mais elevada quando tal reajuste ocorrer?

O citados prejuízos decorridos da PEC são  frutos do estrago feito pelo PT. São remédios amargos para evitar o pior.

Se você tem um dedo com gangrena é melhor cortar o dedo ou deixar a gangrena passar para a perna?

Alguém tem que pagar a conta. E quem vai pagar a conta é infelizmente, o povo que votou em Lula, Dilma e o PT. Por falta de aviso não foi.

O eleitor  mais pobre  que votou no PT sofrerá com maior impacto as  consequências da irresponsabilidade petista. O Brasil voltou para trás para depois avançar. Melhor assim, do que continuar a aumentar o rombo das contas públicas.

A PEC aprovada com ampla maioria de votos (366) é um fortalecimento político do presidente Temer e demonstra que ele possui uma base unica e de maioria absoluta no Congresso. Temer, que vai pressionar por outras reformas nos próximos meses, como a Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista. As citadas reformas deveriam ter sido feitas pelo PT que passou 14 anos no poder. Mas para não perder votos e temendo não  agradar o povão, o PT prejudicou o país, criando uma  falsa prosperidade  e iludindo milhões de brasileiros.

Ninguém por mais insano que seja, nem mesmo Dilma Rousseff, vai reduzir investimentos em Saúde e Educação. Os gastos seráo feitos na medida em que for possível, mas de forma responsável. Não adianta avança sem condições para depois ser obrigado a voltar para trás. Avente Temer. Fora comunistas, petistas e vermelhos lesa pátria e incompetentes.

Jorge Roriz.

PEC 241, necessária diante do agravamento da crise

 

Números da votação da PEC. 241. 366 a favor, 111 contra e 02 abstenções

Jorge Roriz