Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Renan Calheiros será julgado pelo STF

Nesta terça-feira, 4, o ministro do STF,  Luiz Edson Fachin,  liberou, a denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O plenário do Supremo Tribunal Federal (todos os 11 ministros)  terá que decidir se abre ou não ação penal e transforma o senador em réu.

Renan foi acusado em janeiro de 2013 por crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documento falso por supostamente ter recebido propina da construtora Mendes Júnior. Existem suspeitas de que o dinheiro foi usado para pagar despesas de uma filha do parlamentar com a jornalista Mônica Veloso.

A Procuradoria Geral da República acusa , Renan Calheiros, de  forjar documentos para justificar o dinheiro que recebeu da construtora e enriqueceu ilicitamente.