Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Renan foi isentado pelo procurador, de atos cometidos quando ele assumiu a presidência

O Ministério Público Federal junto ao Tribunal de Contas da União  isenta Mchel Temer  de responsabilidade, por ele  ter assinado documentos na ausência de Dilma.

Renan Calheiros gostaria de imputar a Michel Temer, crimes idênticos aos de Dilma Rousseff, responsabilizando Temer.
A resposta do procurador Júlio Marcelo de Oliveira foi:

“A responsabilidade pelos atos assinados por outras autoridades no exercício eventual da presidência da República é de competência de Dilma, até porque a presidente da República pode e deve corrigir imediatamente qualquer ato incorreto porventura praticado na sua ausência, uma vez que ela é quem dirige a administração pública’”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.