Resposta ao Instituto Lula

“Nada justifica um mandato de condução coercitiva contra um ex-presidente que colabora com a Justiça, espontaneamente ou sempre que convidado.” DIZ O INSTITUTO LULA.

MENTIRA:

POR DUAS VEZES, LULA DEIXOU DE COMPARECER PARA DEPOR, QUANDO FOI SOLICITADO.
M DEPUTADO PETISTA PEDIU PARA CANCELAR O DEPOIMENTO ATRAVÉS DO CONSELHO DE JUSTIÇA
E NA SEGUNDA VEZ, ELE USOU UM HC PARA NÃO COMPARECER.

LULA DISSE QUE SÓ PRESTAVA DEPOIMENTO PARA PESSOAS QUE ELE CONFIAVA………. NÃO CABE A UM SUSPEITO ESCOLHER A AUTORIDADE  PARA QUEM ELE VAI DEPOR.

SE FOSSE ANUNCIADA PREVIAMENTE UMA DATA, ELE IA RECORRER A HC.
E A MILITÂNCIA PETRALHA IA OCUPAR O LOCAL DO DEPOIMENTO, CRIANDO TUMULTOS.

ELE PRESTAR DEPIMENTOS AO LADO DO ADVOGADO E NÃO FICAR PRESO, NADA TEM DE TRUCULENTO OU ILEGAL

“Nada Justifica a quebra do sigilo bancário e fiscal do Instituto Lula e da empresa LILS Palestras”

QUEM NÃO DEVE NÃO TEME.  SE NADA EXISTE PARA ESCONDER, PORQUE  LAMENTAR A QUEBRA DO SIGILO? O PRÓPRIO LULA, DISSE ESPONTANEAMENTE PARA A IMPRENSA QUE  DISPONIBILIZAVA  SEU SIGILO.

NÃO CABE A SUSPEITOS,  CONSIDERAR INJUSTIFICAVÉL A QUEBRA DE SIGILO. É UMA DECISÃO  LEGAL DA JUSTIÇA.

SUSPEITAS DE PAGAMENTOS ILEGAIS DO INSTITUTO AOS FILHOS DE LULA.

MISTURA ENTRE EMPRESAS ( QUE DEVEM PAGAR IMPOSTOS) COM O INSTITUTO QUE É ISENTO DE IMPOSTOS.

SUSPEITAS DE RECEBIMENTOS DE FAVORES SEM UMA JUSTIFICATIVA FINANCEIRA, JUSTIFICAM A QUEBRA DO SIGILO.

“Nada justifica levar o ex-presidente Lula a depor sobre um apartamento no Guarujá que não é nunca foi dele”

Uma mudança de 10 caminhões. Pedalinhos em nome dos netos.  Reforma milionárias pagas em dinheiro ( para esconder a origem? ) reforma a necessidade de uma investigação.

“É uma violência contra a cidadania e contra o povo brasileiro”

90% do povo brasileiro acredita no envolvimento de Lula e  é a favor da condução coercitiva e até mesmo a prisão.  Basta fazer uma pesquisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.