Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Rio de Janeiro – Casos da variante Delta aumentaram em 50% e ameaça se expandir para o país

Coronavírus Brasil

Governadores  estaduais solicitam assistência especial para o Rio de Janeiro, onde houve aumento de 50% nos casos da variante nos últimos 10 dias. Na capital fluminense, a cepa identificada originalmente na Índia representa 45% dos casos de Covid-19.

Os gestores pedem ao ministro Marcelo Queiroga que sejam enviadas uma quantidade maior de  vacinas para a população do Rio de Janeiro, já que a alta de casos configura “ameaça aos esforços de vacinação em todo o território nacional” .

“Os governadores expressam preocupação com a eventual 3ª onda resultando em aumento do número de óbitos e infectados no País, que teria o Rio de Janeiro como principal epicentro de disseminação da nova variante, a qual vem apresentando a característica de ser 100% mais contagiosa do que a cepa originária e 30% em relação à variante P1”, diz a carta, com base em alertas de especialistas em infectologia.

A Carta diz ainda que o  Ministério da Saúde deve oferecer “ações imediatas” para “evitar uma catástrofe de proporções ainda mais graves no futuro próximo”.

O documento é assinado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), coordenador da temática ‘Estratégia para vacinação contra Covid-19’ no Fórum Nacional de Governadores.

O secretário estadual de saúde do Rio, Alexandre Chieppe, afirmou que o pleito foi de aumentar em pelo menos 20% o número de vacinas contra o coronavírus destinado ao Rio de Janeiro. “A outra possiblidade é que o Ministério da Saúde faça a redução do intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina da Pfizer, para 21 dias. Não dá para conter a variante, mas reduzir a sua circulação e evitar seu alastramento”, declarou.

JR