RJ, SP e AM terão massacre', diz cientista sobre relaxar distanciamento.

Domingos Alves, especialista em modelagem computacional, integrante do portal Covid-19 Brasil, que reúne cientistas e estudantes de universidades brasileiras, explicou em entrevista ao jornal O Globo que cidades brasileiras que reduziram o distanciamento social nesta semana podem ter um aumento de 150% no número de infectados e mortos pelo novo coronavírus em dez dias.

A previsão são baseadas em números oficiais e nas taxas de crescimento de casos registradas em cidades que afrouxaram o distanciamento como por exemplo Blumenau (SC), cujos registros aumentaram com a reabertura de shoppings.

Os pesquisadores calculam que, em São Paulo, se o percentual atual de distanciamento social, hoje em 50%, cair para 25%, haverá dentro de dez dias mais 11 mil casos novos e 56 mil internações.

“Isso esgotará os leitos disponíveis e levará ao caos. O único distanciamento que vemos neste momento é aquele entre o que falam governadores e prefeitos e o que dizem os comitês científicos que os assessoram. O relaxamento social só tem motivação política. Não existe ciência nisso. Os estados do Rio de Janeiro, de São Paulo e Amazonas terão um massacre”, diz Alves.