Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Roberto Jefferson esperando sair da cadeia, esculhamba Bolsonaro

“O presidente tentou uma convivência impossível entre o bem e o mal. Acreditou nas facilidades do dinheiro público. Esse vício é pior que o vício em êxtase… Bolsonaro cercou-se com viciados em êxtase com dinheiro público; Farias, Valdemar [da Costa Neto], Ciro Nogueira, não voltará aos trilhos da austeridade de comportamento. Quem anda com lobo, lobo vira, lobo é. Vide Flávio”, disse Jefferson. em trecho da carta divulgada pelo jornal O Globo.

O ex-deputado sugere que o PTB convide o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) para disputar a presidência da República pelo partido. “Vamos convidar o Mourão. O PTB terá candidatura própria, quem sabe apoiamos o Bolsonaro no segundo turno”, afirmou. O PTB enviou um convite formal para a filiação de Bolsonaro. No entanto, a negociação não avançou. O mandatário analisa, no momento, os convites do PL e do PP, partidos do Centrão.

Jefferson defendeu ainda os atos de 7 de setembro e afirmou que o diz que o chefe do Executivo “fraquejou” por não atender às demandas do “povo que foi às ruas”. “Bolsonaro precisava peitar. Se os filhos atrapalham, remova-os. Valdemar Costa Neto e Ciro Nogueira puxam para trás qualquer mudança de práticas, para uma nova vereda de austeridade e honra. Ruptura com a corrupção tem um peso, leva gente que nós gostamos. Mas é o que o povo espera”, disse o político.