SABATINA NO SENADO COM ALEXANDRE DE MORES

O PT faz tudo para adiar a sabatina e a prejudicar Alexandre de Moraes.
Se aprovado para STF, Moraes será relator de recurso de Dilma contra impeachment.

“Não é inconstitucional prisão em segunda instância. Não há determinação legal, mas não há proibição” afirmou Moraes.

Moraes diz que vai se declarar impedido, se aprovado, para atuar em casos no STF que envolvam sua esposa ou o escritório dela.

A senadora Gleisi pediu o adiamento da sabatina, citando diversas manifestações espontâneas da sociedade civil contra a indicação de Moraes.

O senador Randolfe pede o adiamento da sabatina. Ele alega que Moraes não informou à CCJ de que sua esposa é advogada.O Senador Aloysio_Nunes argumenta que a atividade da esposa de Alexandre de Moraes não é vinculada ao STF, e que, portanto, não há problema.

Segundo a senadora Vanessa, uma imobiliária que tinha contratos com a prefeitura fez pagamentos à empresa de Moraes entre 2007 e 2010.
Ela citou uma investigação de pagamentos a uma empresa em nome dele enquanto era secretário municipal em São Paulo.

A TÉCNICA COMUNISTA DE ASSASSINAR REPUTAÇÕES
Alexandre de Moraes diz que boatos sobre suposta advocacia para o PCC começaram em 2015 quando assumiu a SSP de São Paulo.

Indicação de Moraes é a 1ª de ministro de Estado em exercício desde 2009. Naquele ano Lula indicou AGU Dias Toffoli.

 

https://youtu.be/FYCGh3s5GR8

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.