Secretaria de Segurança do RN transfere líderes da rebelião em Alcaçuz

Apontados como líderes da rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, cinco detentos foram transferidos na tarde de hoje (16), após entrada das forças de segurança no presídio. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Cidadania (Sejuc), os presos transferidos pertencem a uma facção tida como a responsável pelo motim no final de semana que culminou com 26 mortes.

Os presos foram levados para a Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), em Natal, para prestar depoimento. De lá, serão transferidos para outra unidade prisional. A localização futura dos presos não foi informada pela Sejuc com o argumento de que isso contraria protocolos de segurança.

Na tarde desta segunda-feira, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, disse, por meio de sua conta no Twitter, que vai pedir ao governo federal o aumento no contingente da Força Nacional de Segurança Pública no estado. O governador virá a Brasília amanhã (17) para se reunir com o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, e solicitar o reforço do efetivo da Força Nacional para o enfrentamento à crise instalada no sistema penitenciário.