Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Secretário especial de assuntos fundiários chama escolinhas do MST de fábrica de ditadores

Luiz Antônio Nabhan Garcia, nomeado recentemente por Jair Bolsonaro como secretário Especial de Assuntos Fundiários – responsável pela reforma agrária -, afirmou em entrevista à Veja divulgada nesta quarta-feira (16) que pretende fechar as escolas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

“Não dá para o Brasil admitir em pleno século XXI fabriquinhas de ditadores. Não dá para admitir escolas de marxistas, de leninistas, de bolivarianos, que ensinam crianças a invadir e cometer crimes. Vamos fechar as escolas e punir os responsáveis pela doutrinação. Aliás, isso tem de ser qualificado como crime. Crime de lesa-pátria”. disparou Garcia, que é presidente licenciado da União Democrática Ruralista (UDR).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.