Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), Luis Almagro, apoiou a decisão do deputado opositor

Juan Guaidó, chefe da Assembleia Nacional, o Parlamento venezuelano, controlado pela oposição, se declarou nesta sexta-feira, 11, presidente do país e pediu ajuda dos militares para derrubar o presidente Nicolás Maduro. O secretário-geral da OEA, Luis Almagro, um crítico de Maduro, chamou Guaidó de “presidente interino” da Venezuela no Twitter. ( Estadão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.