Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Segunda dose da Astrazenica deve ser tomada

Os casos de coágulos de pessoas que tomaram a primeira dose da vacina Astrazenica/Oxford são RARRÍSIMOS. UM CASO EM SEIS MILHÕES

Os sintomas normais de qualquer vacina, como dor no braço, dor de cabeça e febre que podem ocorrer nos que receberam a primeira dose, não significa que seja caso de coágulo.

APENAS OS QUE TIVERAM CASOS DE COÁGULOS E PAQUETAS BAIXAS ( desconheço esses casos no Brasil) É QUE OS VACINADOS COM A PRIMEIRA DOSE DA ASTRAZENICA/OXFORD, NÃO DEVEM TOMAR A SEGUNDA DOSE.

Não se deve confundir reações normais que podem ocorrer com qualquer vacinado em qualquer marca, COM PROBLEMAS DE COÁGULOS.

A segunda dose da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford não deve ser dada a ninguém que teve coágulos sanguíneos com contagem baixa de plaquetas depois de receber a primeira, disse a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) nesta sexta-feira.

“Embora os coágulos sanguíneos com contagem baixa de plaquetas após a vacinação sejam muito raros, a EMA continua a aconselhar as pessoas a estarem ciente dos sintomas… para que possam receber pronto tratamento médico especializado se necessário”, disse a agência nesta sexta-feira.

A entidade ainda disse que as pessoas devem ficar atentas a qualquer sinal de coágulos sanguíneos ou contagem baixa de plaquetas até três semanas depois de receberam a primeira dose da vacina da AstraZeneca, e que as recomendações mais recentes serão acrescentadas às informações do produto da vacina.