Senador Randolfe Rodrigues protocola no STF queixa crime contra Bolsonaro

vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma queixa-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por difamação. A informação foi divulgada pelo portal Metrópoles. Bolsonaro publicou nas redes sociais que Randolfe pressionou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aprovação da vacina indiana Covaxin, alvo da comissão. O senador já havia rebatido a acusação.

Com a ação no Supremo, ele pede que o conteúdo seja removido em até 12 horas das redes sociais do presidente. Além disso, o vice-presidente da CPI pede que Bolsonaro se retrate. O senador também pediu uma indenização pelos prejuízos sofridos no valor de R$ 35 mil. O valor será revertido a pessoas em situação de vulnerabilidade.

Optimized with PageSpeed Ninja