Servidores federais ameaçam greve contra medidas do governo

Os servidores federais ameaçam parar caso o presidente Temer não revogue o adiamento do aumento salarial da categoria e o aumento da contribuição previdenciária.

Nesta quarta-feira, dia 1 , auditores fiscais, que também estavam insatisfeitos porque ficaram sem bônus salarial, foram os primeiros a cruzarem os braços e usso reduz a arrecadação de impostos.

“O próprio governo espera essa reação diante das atrocidades que foram cometidas”, disse o presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais (Sindifisco), Cláudio Damasceno. “As entidades vão reagir de forma articulada, não só na atuação parlamentar, como na via judicial e com estratégias de paralisações conjuntas.”

Está prevista uman manifestação  no dia 10/11 em todo país.

 

Leave a Reply