Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Simone Tebet diz que Pacheco não cumpriu acordo com a PEC dos precatórios

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirmou durante sessão do Congresso Nacional desta 4ª feira (8.dez.2021) que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), descumpriu acordo feito com líderes de vincular o espaço fiscal introduzido pela PEC dos Precatórios em 2022 a gastos com vacinas e com o Auxílio Brasil.

“Eu lamento muito que a vossa excelência não tem honrado o compromisso feito com os líderes dessa casa. Nós, sob o seu aval, garantimos os votos para o presidente da República e governo no compromisso analisado pela vossa excelência de que não iria fatiar“, disse, manifestando publicamente decepção ao posicionamento de Pacheco. Tebet afirmou, que nessas condições, “essa PEC não passaria”.

Disse: “Vossa excelência não cumpriu o acordo que nós fizemos público para garantir o voto. Essa PEC não passaria. Na reunião de líderes nós autorizamos vossa excelência a promulgar o que era coincidente desde que jamais deixasse solto a vinculação a Seguridade Social”.

Grupo de senadores formado por Tebet, José Aníbal (PSDB-SP), Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) queria amarrar a tramitação da PEC para impedir que os deputados derrubem a vinculação de todos os R$ 106 bilhões em recursos liberados pela PEC no ano que vem ao Auxílio Brasil, à compra de vacinas, à previdência social e à desoneração da folha –o temor é que a Câmara queira destinar parte do dinheiro a emendas.

A emenda constitucional promulgada nesta 4ª muda o cálculo do teto de gastos, mas só vincula a folga fiscal criada pela nova regra à seguridade social em 2021.

Pacheco rebateu a senadora, afirmando que não conhecia sua “arguição de descumprimento”.

“Eu não fiz acordo nenhum com vossa excelência de não promulgar parte comum. A senhora vai ter que me desculpar, nós temos que ter honestidade intelectual”.

Continuou, afirmando que desconhece “a intenção de vossa excelência [Tebet] com essa polêmica toda. A minha intenção é resolver o Auxílio Brasil”.