Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Sistema eleitoral brasileiro – A reação contra as mentiras de Bolsonaro

“Depois do horrendo espetáculo promovido, hoje, por Bolsonaro, ele não pode ser mais presidente de uma das maiores democracia do mundo ou o Brasil não pode mais se dizer integrante do grupo de países democráticos.

Não há mais paciência política nem armadura institucional capazes de suportar tamanho abuso. Muito menos complacência de se interpretar organização clara e deliberada de golpe como arroubos retóricos ou desatinos de um presidente desqualificado.

Bolsonaro cometeu vários crimes de responsabilidade e temos que buscar instrumentos legais para retirá-lo do cargo. Sei que se trata de uma tarefa delicada porque temos uma figura como Arthur Lira na presidência da Câmara, a quem caberia dar andamento a um pedido de impeachment.”

Ciro Gomes

“É uma pena que o Brasil não tenha um presidente que chame 50 embaixadores para falar sobre algo que interesse ao país. Emprego, desenvolvimento ou combate à fome, por exemplo. Ao invés disso, conta mentiras contra nossa democracia.”

Lula

“O Brasil passa vergonha diante do mundo. O presidente convocou embaixadores e utilizou de meios oficiais e públicos para desacreditar mais uma vez o sistema eleitoral brasileiro. Reforço minha confiança na Justiça Eleitoral e no sistema de votação por urnas eletrônicas. ”

Simone Tebet

!A segurança das urnas eletrônicas e a lisura do processo eleitoral não podem mais ser colocadas em dúvida. Não há justa causa e razão para isso. Esses questionamentos são ruins para o Brasil sob todos os aspectos. (+)”

“O Congresso Nacional, cuja composição foi eleita pelo atual e moderno sistema eleitoral, tem obrigação de afirmar à população que as urnas eletrônicas darão ao país o resultado fiel da vontade do povo, seja qual for.”

Rodrigo Pacheco

 

“Se o presidente não sofrer nenhuma consequência por seus atos criminosos na data de hoje, ele vai ter certeza absoluta de que poderá fazer qualquer coisa. De demonizara pleito, a tentar um golpe.’
André Janones.

“Há uma estratégia clara e em curso por parte do presidente da República, afirmada agora para o mundo inteiro, de contestar a idoneidade das instituições nacionais e justificar um golpe de Estado caso ele não vença as eleições. Cabe prisão, impeachment ou interdição.” URGENTEMENTE. Marcelo Uchôa

“Bolsonaro é caso urgente de prisão, impeachment ou interdição”, diz o jurista Marcelo Uchoa

“Após mais um pronunciamento mentiroso e irresponsável do presidente da República, a Câmara dos Deputados tem o dever de abrir o processo de impeachment por novos crimes de responsabilidade de Bolsonaro.”
João Amoedo

 

“Se as mentiras ditas pelo Bolsonaro para embaixadores, não for motivo para o impeachment, pode fechar o Congresso Nacional e entregar as chaves para o Mentiroso da República.
Rodrigo Pacheco e Arthur Lira, chega de Nota de Repúdio ou postagens no Twitter, queremos impeachment!”

Helder cidadão democrático

“A culpa de Bolsonaro cometer Crimes de Responsabilidade em série é do Congresso. Há quase 200 pedidos de impeachment na Câmara
Trancados na gaveta da presidência. Hj, Bolsonaro atacou a Justiça Eleitoral pela ENÉSIMA vez. O PGR é capacho do PR, mas Congresso continuará sendo?”
Joice Hasselmann

“Após mais um pronunciamento mentiroso e irresponsável do presidente da República, a Câmara dos Deputados tem o dever de abrir o processo de impeachment por novos crimes de responsabilidade de Bolsonaro.”  João Amoedo

Jorge Roriz