A sombra da morte de Sombra e mais oito mortes

 

Sombra. Foto de  Jonne Roriz

 

APÓS O CASO SER RESSUSCITADO, MORRE O SUPOSTO MANDANTE DO ASSASSINATO DE CELSO DANIEL.
COINCIDÊNCIA OU QUEIMA DE ARQUIVO?
O FATO DE SOMBRA ESTÁ COM CÂNCER NÃO ELIMINA A COINCIDÊNCIA. PESSOAS CONVIVEM COM CÂNCER DURANTE ANOS……
09 PESSOAS ENVOLVIDAS NO CASO, MORRERAM DE FORMA ESTRANHA…..
A LAVA JATO APUROU QUE LULA FOI CHANTAGEADO EM TROCA DO SILÊNCIO DO CASO CELSO DANIEL. ELE PRECISOU FAZER UM EMPRÉSTIMO PARA PAGAR R$ 6 MILHÕES AO CHANTAGISTA. O EMPRÉSTIMO FOI PAGO COM CONTRATOS E PROPINAS DE DINHEIRO ROUBADO DA PETROBRAS.

RELAÇÃO DOS MORTOS ENVOLVIDOS NO CASO CELSO DANIEL:

1) Celso Daniel: prefeito. Assassinado em janeiro de 2002.

2) Antônio Palácio de Oliveira: garçom. Assassinado em fevereiro de 2003.

3) Paulo Henrique Brito: testemunha da morte do garçom. Assassinado em março de 2003.

4) Iran Moraes Rédua: reconheceu o corpo de Daniel. Assassinado em dezembro de 2003.

5) Dionízio Severo: suposto elo entre quadrilha e Sombra. Assassinado em abril de 2002.

6) Sérgio Orelha: amigo de Severo. Assassinado em 2002.

7) Otávio Mercier: investigador que ligou para Severo. Morto em julho de 2003.

8) Carlos Delmonte Printes: legista encontrado morto em 12 de outubro de 2005.

Fonte: Reinaldo Azevedo/VEJA