STF abre inquérito contra Weintraub por crime de racismo

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal) determinou a abertura de inquérito para investigar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, pelo crime de racismo.

Em abril, Weintraub usou o personagem Cebolinha, da Turma da Mônica, que troca a letra “r” pela “l”, para fazer referência ao sotaque chinês e insinuar que o coronavírus atenderia a interesses do país que teve o primeiro foco da pandemia.

“Geopoliticamente, quem podeLá saiL foLtalecido, em termos Lelativos, dessa crLise mundial? PodeLia seL o Cebolinha? Quem são os aliados do BLasil do plano infalível do Cebolinha paLa dominaL o mundo?”, ironizou Weintraub.

O Ministério Público Federal pediu a abertura da investigação alegando que “esse comportamento configura, em tese, a infração penal prevista na parte final do artigo 20 da Lei 7.716/1989, que define os crimes resultantes de preconceito”.

Decisão é dura, , suspende sigilo pedido pela PGR e não dá a Weintraub prerrogativa de escolher quando e onde ser ouvido:

A Informação é de MÔNICA BERGAMO