STF Homologa delação do casal de marqueteiros petistas

O Supremo Tribunal Federal homologou nesta terça-feira (4/4) a delação premiada fechada pelo marqueteiro João Santana e sua mulher, a empresária Mônica Moura, com a Procuradoria Geral da República. Como a colaboração precisou de aval do STF para ter validade, o casal fez implicações a pessoas com prerrogativa de foro no tribunal.

O material seguirá em sigilo. Após a homologação pelo Supremo, os depoimentos retornam para a PGR analisar quais providências poderão ser tomadas. Os relatos do casal poderão originar novas investigações no STF e em instâncias inferiores (em caso de pessoas sem foro) ou reforçar apurações já em andamento. Além do casal, o funcionário Andre Santana também faz parte do acordo.

Santana foi marqueteiro das últimas três campanhas presidenciais do PT, tendo trabalhando na reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e nas duas vitórias da ex-presidente Dilma Rousseff. Santana e Mônica chegaram a ficar presos na Lava Jato por seis meses. ( JOta)

Leave a Reply