Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Delator complica Dilma

O engenheiro delator, Agosthilde Monaco de Carvalho, disse que, em vinte anos de Petrobras, nunca tinha visto o Conselho de Administração ser convocado para aprovar uma decisão da diretoria no dia seguinte, como ocorreu com a aquisição da refinaria de Pasadena. A compra de Pasadena,  causou prejuízo  de US$ 700 milhões. Dilma era presidente do Conselho, foi advertida que a compra […]