Se Temer e Aécio apoiarem Rogério Rosso, Cunha renuncia

Eduardocunha

A renúncia de Eduado Cunha à presidência da Câmara está prevista para o próximo mês. Desde que o deputado Rogério Rosso (PSD- DF) seja apoiado pelo PMDB e PSDB para á presidência da Câmara.

Cunha  está disposto a apresentar sua renúncia em 11 de julho, antes da votação do relatório sobre o processo de cassação do seu mandato na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ).

Segundo reportagem do jornal O globo,  em conversa com o senador e presidente do PMDB, Aécio Neves, Temer explicou ao tucano que desejava ajudar na eleição de um presidente da Câmara que não trabalhe pela cassação do mandato de Cunha. Se ocorrer disputas na presidência da  Câmara, Temer perde o apoio dos 350 deputados.

 

Deixar uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial