Temer quer fim de auxílio-moradia antes de sancionar reajuste do STF

O presidente Temer ainda não decidiu se vai sancionar ou não o aumento de 16% dos ministros do STF. A decisão somente será favorável aos ministros caso o  STF acabe com o auxílio moradia para uma relativa compensação

O eleito presidente Bolsonaro falou sobre o assunto:

“Se o governo Temer quiser, pela Lei de Responsabilidade Fiscal, ele pode vetar esse reajuste porque, afinal de contas, essa é a classe que mais ganha no Brasil. Não sou o Temer, se fosse, você sabe qual seria minha posição”, disse Bolsonaro. “Complica para a gente, quando fala em fazer reforma da Previdência, tirar dos mais pobres e aceitar um reajuste como esse. Não tem outro caminho no meu entender, até pela questão de dar exemplo. Falei antes da votação que é inoportuno, o momento não é esse para discutir esse assunto”, completou o presidente eleito.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.