The Guardian não aceita publicidade de empresas ligadas a combustíveis fósseis

The Guardian não aceita publicidade de empresas ligadas a combustíveis fósseis

Em defesa do Meio Ambiente, o Jornal O Guardian, publicou no seu site que não aceitará publicidade de empresas ligadas a combustíveis fósseis.

“The Guardian will no longer accept advertising from oil and gas companies, becoming the first major global news organisation to institute an outright ban on taking money from companies that extract fossil fuels.” A good start, who will take this further?

“O Guardian não aceitará mais publicidade de empresas de petróleo e gás, tornando-se a primeira grande organização mundial de notícias a instituir uma proibição total de receber dinheiro de empresas que extraem combustíveis fósseis.” Um bom começo. Que sirva de exemplo para outras empresas.

 

Diz a publicação:

“A medida, que segue os esforços para reduzir a pegada de carbono da empresa e aumentar os relatórios sobre a emergência climática, foi anunciada na quarta-feira e será implementada com efeito imediato. A proibição será aplicada a qualquer empresa envolvida principalmente na extração de combustíveis fósseis, incluindo muitos dos maiores poluidores do mundo.

“Nossa decisão é baseada nos esforços de muitas décadas desse setor para impedir ações climáticas significativas por governos em todo o mundo”, disseram a executiva-chefe interina da empresa, Anna Bateson, e a diretora de receita, Hamish Nicklin. declaração.”