Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Toffoli sanciona lei que torna crime importunação sexual

Em primeiro ato como presidente interino, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, sancionou na manhã desta segunda-feira uma lei que torna crime a importunação sexual. Ele também aumentou a pena para estupro coletivo e tornou crime a chamada ‘vingança pornográfica’, como divulgação de ‘nudes’ ou cenas de sexo de ex-parceiros. Toffoli ocupa de forma interina a Presidência da República devido a viagem de Temer aos EUA, onde participa da Assembleia Geral da ONU.