Treze ministros de Bolsonaro utilizaram avião oficial da FAB para viagem internacional

O Secretário da Casa Civil, Vicente Santini, foi  afastado da função pelo uso do avião da FAB.  MAS 13 MINISTROS COMETERAM O MESMO ERRO. BOLSONARO VAI DEMITIR OS MINISTROS?

A viagem que motivou a demissão do secretário executivo da Casa Civil, Vicente Santini, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) levou integrantes do governo a discutir limites ao uso das aeronaves oficiais. Desde o início do governo de Jair Bolsonaro, 13 ministros utilizaram os jatos para deslocamentos ao exterior. O campeão de uso é o chanceler Ernesto Araújo, que viajou 22 vezes, seguido de Ricardo Salles (Meio Ambiente), Osmar Terra (Cidadania), Tereza Cristina (Agricultura) e Fernando Azevedo (Defesa) – três viagens cada um. (veja abaixo a lista completa)

Número de voos em aviões da FAB por ministro

  • Ernesto Araújo (Relações Exteriores) – 22 viagens
  • Ricardo Salles (Meio Ambiente) – 3 viagens
  • Osmar Terra (Cidadania) – 3 viagens
  • Tereza Cristina (Agricultura) – 3 viagens
  • Fernando Azevedo (Defesa) – 3 viagens
  • Damares Alves (Mulher e Direitos Humanos) – 2 viagens
  • Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) – 1 viagem
  • Henrique Mandetta (Saúde) – 1 viagem
  • Paulo Guedes (Economia) – 1 viagem
  • Sérgio Moro (Justiça) – 1 viagem
  • Marcelo Álvaro (Turismo) – 1 viagem
  • Onyx Lorenzoni (Casa Civil) – 1 viagem
  • Jorge Oliveira (Secretária-Geral da Presidência) – 1 viagem

 

Fonte: Estadão