Trump diz que Irã está ‘baixando o tom’ e que EUA estão prontos para paz

No primeiro pronunciamento após o ataque do Irã a duas bases usadas por tropas americanas no Iraque, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira, 8, que está pronto para “abraçar a paz com todos aqueles que a buscarem”.

O americano afirmou que o Irã “parece estar baixando o tom, o que é uma coisa boa para o mundo” e comemorou que nenhum americano tenha sido ferido na ofensiva. “Danos mínimos”, disse Trump sobre os disparos contra as bases no Iraque.

“Enquanto eu for presidente, o Irã não será autorizado a ter uma arma nuclear. Bom dia”, começou Trump. Trump cobrou lideranças europeias a abandonarem o acordo nuclear assinado durante o governo Obama e partirem para uma nova negociação.

Os EUA saíram do acordo já sob a liderança de Trump, em 2018. “O Irã precisa abandonar sua ambição nuclear a apoio ao terrorismo. O tempo chegou para que Reino Unido, Alemanha, França e China reconheçam essa realidade. Precisamos trabalhar para chegar a um acordo com Irã que torne o mundo um lugar mais seguro”, disse Trump.

Trump anunciou que os americanos irão impor novas sanções econômicas ao Irã – sem detalhar a medida.

Resumidamente, os iranianos quiseram dizer: “Não podemos deixar de responder pela morte de Suleimani, mas nosso ataque será simbólico”. Como? Agindo por conta própria, com mísseis que demonstram seu poderio regional e sem causar estragos significativos —provavelmente por sistemas de guiagem melhorados de suas armas.

Se a ação houvesse matado americanos, certamente a discussão agora seria outra.

Sobre os ataques, Trump confirmou não ter havido nenhuma morte americana ou iraquiana e creditou o sucesso ao sistema de alerta da Defesa americana. Os danos [físicos] dos ataques também foram mínimos, afirmou o presidente.

Em tom firme o presidente americano reforçou sua política de endurecimento nas relações com o Irã e voltou a afirmar que durante seu governo o regime não terá permissão para desenvolver qualquer arma nuclear. Segundo Trump, o tempo de tolerância aos abusos do Irã acabaram, mencionando os ataques com drones realizados pelo Irã contra instalações petrolíferas da Aramco, na Arábia Saudita, e a derrubada de dois drones americanos.

Deixar uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial