TRUMP, TRUMP – Comunistas foram surrados

Nascido em 14 de junho de 1946, no bairro de Queens, em Nova York, Trump é o quarto dos cinco filhos do casal Fred, um construtor alemão, e Mary, dona de casa escocesa.

Serei o presidente de todos os americanos”, anunciou Trump exultante no discurso da vitória, ao lado da mulher, Melania Trump, e de seus filhos.

“Isto foi muito duro”, completou, ao agradecer à família.

“Chegou o momento de os Estados Unidos fecharem as feridas da divisão, devemos nos unir: aos republicanos, democratas e independentes desta nação afirmo que é hora de união”, disse Trump.

“Vamos tratar a todos com justiça. Todos os povos e todas as nações. Buscaremos terreno comum e não hostilidade; associação e não conflito”.

O presidente eleito americano afirmou que a adversária, Hillary Clinton, telefonou para felicitá-lo por sua vitória. Trump disse que os Estados Unidos têm uma “dívida de gratidão” com Clinton.

Trump soube captar o mal-estar profundo com as instituições e os políticos tradicionais.

“Votei em Trump e contra o sistema. Trump diz muitas bobagens porque ele não é um político, não está adestrado. Mas o mais importante para o país é o comércio, as relações internacionais e a economia. E as pessoas estão quebradas, precisam de uma mudança”, disse Abteen Daziri, de 38 anos e de origem iraniana.