Mais um ex- ministro de “LulaDilma” preso: dessa vez é Antônio Palocci

Ex- ministro Antonio Palocci foi preso pela Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou a Operação Omertà, 35ª fase da Lava Jato nesta segunda-feira, 26. O ex-ministro Antonio Palocci foi preso.

A Receita Federal dá apoio à ação. As equipes policiais estão cumprindo 45 ordens judiciais, sendo 27 mandados de busca e apreensão, 3 mandados de prisão temporária e 15 mandados de condução coercitiva.

Aproximadamente 180 policiais federais e auditores fiscais estão cumprindo as determinações judiciais em cidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. (Agência Estado)

Palocci foi  ex-ministro da Casa Civil e da Fazenda  e é acusado de ter atuado  diretamente como intermediário do PT perante o Grupo Odebrecht.

Há indícios de que o ex-ministro atuou de forma direta a propiciar vantagens econômicas ao grupo empresarial nas mais diversas áreas de contratação com o Poder Público, tendo sido ele próprio e personagens de seu grupo político beneficiados com vultosos valores ilícitos”, informou a PF em nota.

o Grupo Odebrecht e o ex-ministro para a tentativa de aprovação do projeto de lei de conversão da MP 460/2009 (que resultaria em imensos benefícios fiscais), para aumentar o valor do crédito do  BNDES para Angola, país  em que a Odebrecht prestava serviços.

Palocci também é acusado de interferir no  procedimento licitatório da Petrobrás para aquisição de 21 navios sonda para exploração da camada pré sal.