Um governo incompetente nos reserva um futuro sombrio

Um governo incompetente nos reserva um futuro sombrio

O programa Renda Brasil fracassou antes de começar. O novo programa do governo o ” Renda cidadã” está no mesmo caminho.
Para  criar despesas permanente é preciso criar receitas permanentes. E o que o governo pretende fazer para financiar o novo Programa ?

Dá calote nas suas dívidas (adiar pagamentos de precatório) e retirar dinheiro das escolas (Fundeb). Adiar pagamento ordenados pela justiça é ilegal e usar a verba do Fundeb ( que não entra no orçamento) , destrói a educação é é um  truque. Uma pedalada.

O governo governa burlando leis. Quer cobrir o sol com uma peneira. Guedes não está preocupado com o futuro do país. O objetivo é enganar a torcida e se reeleger. Para isso pretende criar uma falsa impressão de prosperidade distribuindo dinheiro sem pensar como pagar o rombo.
Com esse governo incompetente e populista não é difícil prevê que o país caminha para o caos. Se ele não for afastado antes de completar o primeiro mandato, sendo reeleito não termina o segundo.

Os países civilizados já iniciaram a retirada de capitais do Brasil ( batemos recorde de saída de capitais de investidores estrangeiros e isso começou antes da pandemia) e as retaliações econômicas por causa do desmatamento na Amazônia. Bolsonaro mantém Ricardo Sales porque deseja a destruição.
Sofreremos sérias consequências.

Ele que um programa social ” um “Bolsa família” com outro nome para fazer aquilo que criticava do PT. Assistencialismo populista  em busca do voto. Se for usado o dinheiro da educação e do pagamento de dívidas,  o país estará se endividando  e isso vai prejudicar a economia e os  mais penalizados serão os mais pobres. Para Bolsonaro isso não importa. Ele estará reeleito e  no futuro , o povo pagará a conta com um país quebrado.

Não somos contra a ajudar os mais necessitados , desde que seja  usado meios legais.  Muitos são  vítimas da descrença do governo na pandemia. Se o isolamento social tivesse sido rigoroso a abertura das atividades teria ocorrido em menos tempo e com menos mortes. A economia estaria melhor. O Bolsa família já existia antes de Bolsonaro. Cabe ampliar e descadastrar quem não precisa. Não precisa mudar de nome  para colocar a marca Bolsonaro com o objetivo da reeleição.

Jorge Roriz