Urgente: STJ manda soltar Ricardo Coutinho

O ministro do Superior Tribunal de Justiça, Napoleão Maia, determinou a “soltura imediata” do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho logo após o início da final do Mundial.

O ex-governador foi preso na última quinta-feira pela Polícia Federal.

Ricardo Coutinho, que comandou o executivo estadual entre 2011 e 2018, foi detido no Aeroporto de Natal logo após chegar ao Brasil, por volta das 22h40 desta quinta, 19, retornando de sua ‘viagem de férias previamente programadas’

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e o governador João Azevêdo (sem partido), da Paraíba, se tornaram alvos, na manhã desta terça-feira (17), de nova fase da Operação Calvário, da Polícia Federal. A ação truculenta e midiática diz que “investiga” organização criminosa suspeita de desvio de R$134,2 milhões de serviços de saúde e educação. A OPERAÇÃO É UMA AÇÃO DA LAVA JATO.

 

Nota divulgada após a prisão:

“Fui surpreendido com decisão judicial decretando minha prisão preventiva em meio a uma acusação genérica de que eu faria parte de uma suposta organização criminosa.

Com a maior serenidade digo ao povo paraibano que contribuirei com a justiça para provar minha total inocência. Sempre estive à disposição dos órgãos de investigação e nunca criei obstáculos a qualquer tipo de apuração.

Acrescento que jamais seria possível um Estado ser governado por uma associação criminosa e ter vivenciado os investimentos e avanços nas obras e políticas sociais nunca antes registrados.

Lamento que a Paraíba esteja presenciando o seu maior período de desenvolvimento e elevação da autoestima ser totalmente criminalizado.

Estou em viagem de férias previamente programada, mas estarei antecipando meu retorno para me colocar à inteira disposição da justiça brasileira para que possa lutar e provar minha inocência.

Ricardo Vieira Coutinho”

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial