vôo de galinha – Crescimento divulgado por bolsonarismo é uma farsa

Após três meses seguidos de alta, a produção industrial brasileira caiu 1,2% em novembro, na comparação com outubro, segundo divulgou nesta quinta-feira (9) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Trata-se do maior recuo mensal desde março (-1,4%) e o pior novembro desde 2015, quando a indústria caiu 1,9%,

Em relação ao resultado de novembro do ano anterior, a queda foi de 1,7%, interrompendo dois meses de resultados positivos nesta base de comparação e indicando que a indústria brasileira ainda enfrenta dificuldades para engrenar uma trajetória de recuperação.

Leia mais e assista o vídeo do JN

NO DIA ANTERIOR FOI NOTICIADO UM GRANDE AUMENTO DE VENDAS DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL, NO DIA SEGUINTE, SURGE A QUEDA DA INDÚSTRIA…….

Em novembro, o setor produziu 1,2% menos que no mês anterior e 1,7% menos que um ano antes. Foi negativo o desempenho mensal de todos os grandes segmentos – bens de capital, bens intermediários e bens de consumo duráveis e não duráveis. Além disso, de janeiro a novembro o volume produzido foi 1,1% inferior ao de igual período de 2018. A queda acumulada chegou a 1,3% em 12 meses, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Recentemente  foi comemorado pelos bolsonaristas a queda da inflação ( mostrando comparativos com o governo Dilma). Isso é truque eleitoral porque na verdade quem recebeu a inflação com 10% e reduziu para 3, foi o ex- presidente TEMER. No governo Bolsonaro, em 2019,a inflação ficou ACIMA DA META.

A redução atual em comparação ao governo Dilma, ocorreu no governo TEMER.

Recentemente foi divulgado uma propaganda bolsonarista de que o salário mínimo pela primeira vez ultrapassou os Mil reais,
Dados oficiais do próprio governo, diz que o reajuste do salário mínimo ficou ABAIXO da inflação.