Youtuber Karol mentiu na delegacia - Agressão não foi homofóbica

Delegada informa que depoimentos revelam que Karol manuseou arma, estaria alterada e iniciou confusão. Acusado não deve responder por injúria homofóbica, mas por lesão corporal. Para a delegada não teria sido homofobia e nem a motivação seria política.

Adriana Belém, responsável por investigação, diz que relato de funcionários de quiosque contradizem versão da youtuber sobre motivação preconceituosa.

Em entrevista à ÉPOCA nesta quinta-feira (19), a titular da 16ª DP afirmou que o acusado, Alexandre dos Silva, de 42 anos, não será mais investigado pelo crime de injúria por preconceito, mas por lesão corporal.

Belém também disse que cogita indiciar a youtuber e sua namorada, a policial civil Suellen Silva dos Santos, por denunciação caluniosa.

Algumas das  lesões no rosto foram causadas pela queda e não por Alexandre.

Imagens mostradas no Jornal Nacional, mostram claramente que a Youtuber, iniciou a confusão e foi super agressiva, inclusive portando arma que pertencia a companheira dela.

A delegada disse que ele vai responder por lesão corporal. Mas as imagens da briga mostradas no Jornal Nacional desta quinta- feira, 19/12 mostram que  foi legítima defesa